Ócio

BAIANO, um estado de espírito.

Durante muito tempo ouço e leio muitas histórias sobre baianos. Todas vão da comédia a tragédia, do pejorativo a exaltação, mas todas destacam o estado de ser diferenciado do baiano, dentre as diversificadas caracterizações que possuem o povo brasileiro.

Não tenho aqui a pretensão da originalidade, muito menos a convicção de que as minhas definições sejam absolutamente corretas e completas ao tentar conceituar essa “raça”. Só tenho uma certeza, e essa é absoluta: é bom ser baiano, é diferente, e melhor ainda é gostoso se sentir baiano…mas afinal o que é isso??? O que é ser baiano???

  • Ser baiano, antes de mais nada, não é apenas nascer na Bahia…é ter o estado de espírito dos que vivem na Bahia, e ter esse espírito, é praticar diuturnamente a democracia do bem viver, é exercitar a arte do bem querer.
  • Ser baiano, é possuir intensamente a dolência de viver aproveitando a composição dos dias, das horas, dos minutos, dos segundos,como se todos aqueles instantes fossem eternos e ao mesmo tempo únicos;
  • Ser baiano, é não se importar em ser preguiçoso, quando na realidade é a sabedoria de vida que se manifesta no sentir e esperar o passar dos tempos, aprendendo e ensinando o que é viver;
  • Ser baiano,é ter orgulho da miscigenação, com predominância africana, que nos cedeu peculiaridades culturais da culinária, da religião e da música, que tanto influenciaram a nossa “baianidade”;
  • Ser baiano, é não resistir aos quitutes das nossas formosas baianas, com seus acarajés, abarás, vatapás, xinxins, carurus, sarapatéis e moquecas, feitos com muito tempero, pimenta e amor;  screen shot 2019-01-16 at 17.12.23
  • Ser baiano, é conviver emocionadamente e respeitosamente nesse sincretismo religioso, onde residem avizinhando-se de Arce-Bispos a Babalorixás numa mesma crença: Deus é único, brasileiro e nasceu na Bahia;
  • Ser baiano, é ouvir os nossos diversos sons, variáveis e infindáveis, de tantos e tantos artistas que a Bahia produziu, sem os quais a MPB certamente seria mais pobre;
  • Ser baiano, é ver com naturalidade e incentivo, a união de raças, livres de preconceitos, onde todos buscam um sentimento maior, um bem maior, que é a felicidade;
  • Ser baiano, é ver o sol nascer no Farol da Barra, anunciando um novo dia, é falar de amor em Itapoã, é vestir-se de branco as sextas feiras e ir ao Bonfim para reverenciar o Mais Baiano de todos;
  • Ser baiano, é se entregar ao trabalho com sabedoria, dedicar-se sem ferir-se, competir sem fanatismo, e ganhar pouco mais divertir-se muito;
  • Ser baiano, além de tudo isso, é levar para todos os cantos do nosso País, o estado de espirito de viver da Bahia, onde a solidariedade se transforma num sentimento maior de uma raça e se materializa naquilo que chamamos de Amizade;

A todos os baianos, naturais, adotados e assumidos, célebres ou anônimos, Aquele Abraço…..

Categorias:Ócio, Outros temas

Tagged as:

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s